PROJETO ÁGUAS DA SERRA

Por: Josilma Bertino, Dyovany Otaviano


Hoje, 13 de dezembro de 2021, recebemos na comunidade Sítio Sobrado no município de Jataúba-PE, o secretário de Meio Ambiente do estado de Pernambuco, José Bertotti para assinar o projeto águas da serra que será desenvolvido na comunidade. Também estavam presentes Alexandre Pires, coordenador geral do Centro Sabiá, Juliana Peixoto, coordenadora do Centro Sabiá no território do Agreste, Raimundo Bertino, técnico do Centro Sabiá e presidente da APASA, Zuza vereador do município, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, nas pessoas de Inácio e Fernando, Gildo José da Comissão de Jovens Multiplicadores da Agroecologia e tesoureiro da APASA e talento local do TAAPE e Josilma Bertino também da Comissão de Jovens Multiplicadores da Agroecologia e gerente geral do TAAPE.






O projeto vai recuperar quatros nascentes na comunidade do Sobrado destas nascentes uma será na propriedade agricultora Josefa Olindina, Dona Zefinha como é conhecida na comunidade é sócia da APASA é um dos talentos locais do Território de Aprendizagem do Agreste de Pernambuco - TAAPE. Dona Josefa já desenvolve um trabalho com agrofloresta em sua propriedade e irá ampliar para recuperação da nascente já que a recuperação da nascente é com SAF.


Além da nascente de Josefa outras três também serão recuperadas através do projeto, são elas: Cacimba dos Mirandas, está Cacimba abastecia a comunidade quando ainda não existia tecnologias sociais como as cisternas e tanques de pedras, a Cacimba de Silvinha e a Cacimba de Egilmar.







Percebeu-se que com o passar dos anos a cacimba diminui sua capacidade de água devido ao desmatamento e as mudanças climáticas. Segundo Raimundo Bertino, a recuperação dessas nascentes vai trazer a conscientização dos agricultores da comunidade sobre as questões ambientais, mudanças climáticas, desmatamento, a conservação do meio ambiente e uso consciente dos recursos naturais.









O projeto tem duração de um ano e vai trazer diversos benefícios para toda a comunidade como o aumento do potencial hídrico da comunidade, produção de alimentos pois a recuperação das nascentes será através de agrofloresta, uma prática sustentável da agricultura que contribui com o clima local e entre outros.

O projeto é financiado pelo FEMAS, Fundo Estadual de Meio Ambiente gerido pela SEMAS, Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade será desenvolvido pelo Centro Sabiá em parceria com a Associação dos Pequenos Agricultores do Sítio Sobrado e Adjacências - APASA, Prefeitura Municipal, secretaria de agricultura, Sindicato dos trabalhadores rurais e Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável do município de Jataúba-PE.


Fotos: Luana Rocha


24 visualizações0 comentário